Terça-feira, 29 de Julho de 2008

CICLOS DE VIDA

A vida de qualquer Associação tem os seus ciclos. O Orfeão de Almeirim não é excepção, e por isso não escapa à influência que sobre ele exercem determinadas mudanças. Os ciclos mais marcantes são porventura aqueles que tem que ver com a permanência de determinado Maestro, bem como a inevitabilidade da sua substituição quando determinadas condições ocorrem.

 
O seu primeiro Maestro, desde a fundação, Hélder Mação, cessou funções em 1999, e nesse mesmo ano, a Maestrina Fátima Cotrim deu início a um novo ciclo da vida desta Associação, ciclo esse que acaba de se encerrar com a sua partida.
 
Foram nove anos. Nove anos de inúmeras cumplicidades entre maestrina e coralistas que, resultaram em múltiplas actuações em Portugal Continental, Ilha da Madeira, Basse-Goulaine na Bretanha (França) e República Checa.
 
Fátima Cotrim veio cumprindo a sua função profissional no Orfeão de Almeirim em paralelo com o Ensino na escola de Música de Santarém primeiro, e no Conservatório das Caldas da Rainha depois, até que, foi chegado o momento de cumprir a mais cara das funções que qualquer mulher se pode propor cumprir. A de ser mãe.
 
“Eis o mail que recebemos no domingo dia 20 de Junho”
 
(Já temos o Gabriel Connosco.
Nasceu dia 19 pelas 16.34H
Com 2960Gr e está tudo bem.
Ricardo Tomás e Fátima Cotrim)
 
A incompatibilidade entre o emprego nas Caldas da Rainha, as funções de Maestrina em horário pós laboral no Orfeão, e os cuidados devidos ao novo membro da família, levou a que a Maestrina tivesse de tomar opções que tivemos de aceitar e sobretudo compreender.
 
O Concerto de Verão integrado nas Festas da Cidade foi o culminar do seu percurso de nove fecundos anos como maestrina deste Orfeão.
Porém, como nada há de mais fecundo para uma mulher do que ter um filho, bem; nada mais pudemos fazer, e nada mais fizemos nem faremos, para retê-la connosco como presença física.
Seja como for, estamos cientes de que, a sua influência há-de prevalecer neste grupo por muitos e longos anos, e quem sabe se não ficará nele para sempre a sua imagem de marca.
 
No retomar dos ensaios no primeiro dia de Setembro, a função de Maestro deixada vaga pela Maestrina cessante, passará a ser assegurada pelo já nosso conhecido e amigo, o Maestro Abílio a quem damos antecipadamente as boas-vindas.
 
João Chamiço
sinto-me: Estranho
música: Cantar de Amigo
publicado por João Chamiço às 15:22
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CICLOS DE VIDA

.arquivos

. Junho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds